sábado , 16 dezembro 2017
enpt
Home / Reportagens / Delver, Standstill e Storm vencem no fim de semana Legacy
Elton Bragança recebendo a premiação pelo título da Alpha Legacy conquistado neste domingo (28)

Delver, Standstill e Storm vencem no fim de semana Legacy

O Delver no pós-ban continua lindo. Essa é a primeira leitura da 21ª edição da Alpha Legacy, disputada neste domingo (28), na Magic Store Brasil (Rio de Janeiro/RJ). Dos 7 decks baseados neste arquétipo que entraram no torneio, nada menos que quatro chegaram entre os oito melhores ao final de seis rodadas (não houve corte para top8).

“Vim para o torneio esperando encontrar um field repleto de decks com uma base de mana muito frágil”, afirmou o campeão Elton Bragança, que jogou de Grixis Delver. “Então apostei na combinação wasteland, stifle e daze”, disse ele.

Elton Bragança, campeão da Alpha Legacy realizada neste domingo (28)

Após o banimento do Sensei’s Divining Top, um dos melhores decks do formato, o Miracles, que usava e abusava de lands básicos, perdeu sua principal razão de ser. Os novos controles que se apresentaram como alternativa imediatamente após o ban, como BUG Leopold ou 4c Leovold, não usam tantos lands básicos.

O torneio no Rio contou com a presença de 42 jogadores, premiando o campeão com uma Force of Will, troféu, bye2 no GP Las Vegas e um playmat exclusivo Eternal Magic.

O início do torneio foi empolgante, com bastante equilíbrio entre combos, controles e aggros. Até o início da quarta rodada tínhamos Infect e Omnitell nas primeiras mesas, mas daí em diante os Delvers prevaleceram e poucos outros decks conseguiram avançar. Como resultado tivemos apenas 2 midrange/controle no top8, e todos os demais espaços preenchidos por delvers e um Eldrazi.

Para Rodrigo Sousa, o Marajá, a etapa de hoje superou todas as expectativas, principalmente por ter sido realizada num domingo (geralmente ocorre aos sábados). “Tivemos 42 Players e um field muito diversificado. Como sempre, tudo foi tranquilo. No Alpha Legacy, apesar de todos estarem jogando para ganhar o clima de amizade se sobrepõe”, afirma.

Marajá, que também jogou e terminou em segundo lugar, analisou o field no pós-ban. “O Metagame me parece que já se adaptou ao banimento do tampo, os jogos estão mais dinâmicos e mais disputados. Hoje mesmo presenciei várias reviravoltas. Foi demais!”, concluiu.

Top8 Alpha Legacy:

1 – Elton Bragança – Grixis Delver
2 – Rodrigo Sousa Marajá – Esper Deathblade
3 – Cauê Costa – Eldrazi
4 – Yuri Molina – Grixis Delver
5 – Phellipe Ribeiro – Grixis Delver
6 – Gralha – UWR Delver
7 – Gustavo Pacheco – Bug Delver
8 – André Felipe – Jund

Circuito Legacy Catarinense – CLC

Jogada que deu o título do CLC a Eduardo Kress neste domingo (28)

Já em Santa Catarina tivemos uma perspectiva completamente distinta, com dois combos fazendo a final – vitória por 2×1 do TES contra Turbo Depths. Os outros decks no Top8 foram: Manaless Dredge, Sneak and Show, Elfos, 4c Leopold e dois Burns. Ou seja, mais da metade dos playoffs composto por combos, apenas um midrange/controle e dois aggros.

A etapa Blumenau do Circuito Legacy Catarinense levou 49 jogadores a duelarem por uma premiação de fazer inveja: Tundra e Dark Confidant para o campeão, Badlands de UNL para o segundo lugar, Flusterstorm para o Top4 e Vendilion Clique para o Top8.

De acordo com o organizador do CLC, tudo transcorreu dentro da normalidade. Mas o número de participantes o surpreendeu. “Apesar do tempo chuvoso, a presença superou as expectativas. Queria aproveitar para agradecer ao pessoal do streaming, o Guma (do canal Gumanoob) e o Carlos (um dos pioneiros do streaming no país, na loja PvP), que nos deram uma baita mão”, afirmou.

Top8 Circuito Legacy Catarinense:

1 – João Vítor de Bem – Burn
2 – Rodrigo Frischknetch – Burn
3 – Ernani Freiberger – Manaless Dredge
4 – José Zili Jr – Turbo Depths
5 – Fabiano Lucindo – Sneak and Show
6 – Eduardo Kress – TES
7 – Fernando Cabral – 4c Leovold
8 – Natanael Souza – Elfos

Liga Mineira de Legacy

Top8 da Liga Mineira de Legacy deste domingo (28)

Se no Rio prevaleceram os Delvers e em Santa Catarina foi a vez dos combos, em Minas Gerais os controles e midranges tiveram mais espaço: nada menos que cinco vagas no Top8, que foi completado por Delver, Burn e Elfos.

O campeão, Matheus Alves dos Santos, levou o caneco pra casa com seu UR Standstill. “Achei o deck excelente pro meta, ótimo contra combos, stoneblades e delvers… fora que Standstill é minha carta preferida”, afirmou, lembrando que deu sorte de não encontrar nenhum Eldrazi pelo caminho.

O torneio valendo pela Liga Mineira de Legacy se destacou pela diversidade do field, que contou com 21 arquétipos diferentes entre os 31 players que estiveram presentes na UG Card Shop neste domingo.

Para o organizador Thiago Duarte, a grande surpresa além do Standstill foi o Portent Miracles, deck que usa a velha cantrip conjugada com Predict e Unexpectedly Absent para contornar a ausência do tampo, ganhar tempo e controlar o board.

“Ele se mostrou bastante forte para lidar com o meta aberto, fazendo top8”, disse ele, ressaltando a presença de Burn, Death and Taxes e as variações diversas dos Stoneblades no campeonato.

Top8 Liga Mineira de Legacy

1 – Matheus Alves dos Santos – UR Standstill
2 – Bruno Lorenzato – Elfos
3 – Rodrigo Amormino – Dark Maverik
4 – Sergio Lanza – BUG Delver
5 – Henrique Belumat – Death and Taxes
6 – Thiago Mata Duarte – UW Miracles
7 – Heitor Miranda – Death and Taxes
8 – Thiago Pimentel – Burn

Somados os números de São Paulo e Brasília, que realizaram torneios neste sábado (27/5), o fim de semana movimentou 148 jogadores Legacy em cinco cidades, sendo 49 em Blumenau (SC), 42 no Rio de Janeiro (RJ) e 31 em Belo Horizonte (MG). O Eternal Magic realizou a cobertura em tempo real desses últimos três em sua página no Facebook, em parceria com Legacy dos Moicanos, Guma Noob e Diarioplaninalta.

A partir da análise desses três torneios, é possível dizer que o Legacy tem hoje um field em construção, completamente aberto a experimentações, onde qualquer arquétipo tem chances de vencer, sem favoritos de lado a lado. Mais que isso: dentro dos arquétipos tradicionais há grande margem de manobra para a criação de decks ou aperfeiçoamento dos que já existem.

Segue abaixo o metagame breakdown dos torneios realizados neste domingo (28):

Metagame Alpha Legacy:

4 Grixis Delver
3 Jund
3 Death and Taxes
2 Esper blade
2 Burn
2 Infect
2 Tritão
2 BR Reanimator
2 UWx Controle (RIP+Elmo)
2 Elfos
1 Omnitell
1 UWR delver
1 UR delver
1 Bug delver
1 Sneak attack
1 Maverick
1 MUD
1 Big Red
1 Pox
1 Eldrazi
1 Storm ANT
1 Belcher
1 Food Chain
1 4c loam
1 Turbo depths
1 Affinity
1 All spells
1 Fractius

 

Metagame do Circuito de Legacy Catarinense:

5 Grixis Delver
5 Burn
4 BR Reanimator
3 Death and Taxes
3 ANT
3 Sneak and Show
3 BUG Leovold
2 Eldrazi
2 Dark Maverick
2 Manaless Dredge
2 Turbo Depths
2 Elves
1 Infect
1 Eldrazi and Taxes
1 Shardless BUG
1 UR Delver
1 Tezzerator
1 Esper Stoneblade
1 RUG Delver
1 Dredge
1 UB Reanimator
1 UWR Tempo
1 Omnitell
1 TES
1 4c Leovold

 

Metagame Liga Mineira de Legacy:

3 Infect
3 Death and Taxes
3 Burn
2 Eldrazi
2 Uwr Stoneblade
2 Bug Delver
1 Portent Miracles
1 Elfos
1 Zombardment
1 Dark Maverick
1 Esper Stoneblade
1 Grixis Delver
1 Goblins
1 Bant Stoneblade
1 Ur Landstill
1 Belcher
1 Sneak and show
1 Lands
1 Ub reanimate
1 Jund
1 Mud

Mais informações sobre o fim de semana Legacy: clique aquiaqui e aqui.

Sobre Fausto de Souza

Fausto de Souza, jogador e colecionador desde 1994, é pseudônimo do jornalista Marcelo Salles. Formado pela Universidade Federal Fluminense, tem 15 anos de experiência profissional em jornais, revistas e assessoria de imprensa, incluindo Jornal do Brasil e revista Caros Amigos.

Um comentário

  1. Só faltou a deck list pra quem não joga legacy e pretende jogar saber como montar um deck campeão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *