terça-feira , 25 julho 2017
pten
Home / Colunas / Duels in Time / Hora da devastação no Legacy

Hora da devastação no Legacy

Bem-vindos duelistas de todo o multiverso, mais uma semana e com ela um novo post na coluna Duel’s In Time para o site Eternal Magic. E hoje é Hora da devastação no Legacy.

Estamos na semana de lançamento da edição Hora da devastação e vamos avaliar o impacto que a coleção pode trazer ao Legacy.

Cheguei!!!! Cheguei chegando bagunçando a zorra toda….

A coleção conta com 209 cartas (199 da expansão e 10 dos deck de planinauta), algumas novas, algumas reimpressões, mas acima de tudo com algumas interações curiosas para o formato. Vale destacar que algumas questões de regra dependem do faq da edição, então podem ocorrer alterações até o lançamento. Mais um ponto que acho importante ressaltar é que sempre buscamos encaixar as cartas a algum deck conhecido, mas às vezes elas podem criar uma estratégia nova e capaz de fazer barulho no formato. Como exemplo cito os Eldrazis que, banido no Modern, encontrou no Legacy o seu espaço, além das Sol Lands claro, há ainda o Delver of secrets, que podemos afirmar que moldou o formato como o conhecemos hoje. Então sem mais delongas vamos às cartas que prometem entrar no hall de staples.

BRANCO

Solenidade

Desde sua primeira aparição, Solenidade tem causado furor nos jogadores do formato. Ela tem uma boa interação com a mecânica de custo de mana cumulativo, que simplesmente deixaremos de pagar, uma vez que não entrarão marcadores sobre a permanente. Com esta estratégia temos como opção Abismo Glacial (Glacial Chasm), Capim Elefante (Elephant Grass) e muitas outras cartas com esta mecânica. Uma estratégia alternativa são cartas que tem suas funções limitadas com marcadores, como exemplo Abismo Sombrio (Dark Depths) e Coisa no gelo (Thing in the ice). O lado ruim é o fato dela custar 3 manas, podendo ser anulada ou alvo de uma Denegeração Abrupta (abrup decay). Certamente vale investir em alguns testes.

Esplendor Avassalador

A junção de Humildade (Humility) com Campo de opressão (Suppression Field) só para os inimigos. O funcionalidade da carta é fantástica, mas o custo não ajuda a torná-la uma staple. Esta entra para o Hall de opções do enchantress, que anda precisando de uma ajuda, principalmente após o surgimento do Leovold, Emissary of Trest.

AZUL

Obstrucionista Ágil

O irmão mais novo de Mnemocensor Aviano (Aven Mindcensor). Mais forte que seu irmão mais velho e com a habilidade de asfixiar, ele tem o fator surpresa e isso certamente será o um diferencial. Fetchlands, wastelands, desencadeamentos? Temei. Decks Bant e UW vão adorar este “passarinho”. Me pergunto se estas duas cartas farão parte de um ciclo maior. Vamos aguardar os próximos lançamentos.

Vontade Suprema

Sei que um anula, condicional e de custo 3 parece ruim. Contudo é bom avaliar que ela é uma mágica modal, que tem como segundo efeito impulso (impulse), vale a pena ficar de olho para baralhos que tem estratégias alternativas e precisam de boas opções.

Enigmorfo

Mais uma carta curiosa e que a princípio não encaixa-se em nenhum deck existente, porém uma criatura azul 3/3, voar e com vidência, chamou muita minha atenção. Não tenho dúvidas que podemos esperar aparições que irão surpreender.

Eterna Tece-mágicas

Habilidade de destreza, com um poder a mais de dano é sempre interessante. Esta carta, mais alguns lançamentos recentes, podem criar uma versão mais “robusta” do clássico UR Delver. Hoje este deck é praticamente um Burn, em velocidade e eficiência aliados à possibilidade de anular as principais ameaças, porém tem problemas em jogos mais longos. Atualmente tem versões com Folião do Caos (Bedlam Reveler) e Serpente Críptica (Cryptic Serpent), não posso afirmar que jogará Legacy, mas que jogar o T2 é uma probabilidade muito forte, acho que concordamos.

Lição Trágica

Comprar, ou cantrips, são sempre vista com bons olhos. Esta carta me chamou a atenção quando eu via novas listas de deck com a carta estase (stasis). Vamos esperar o que o futuro reserva desta lição.

PRETO

Eterno Ammit

Pensa num bicho grande, agora pensa que ele tem um custo baixo, isso é o Eterno Ammit. Ele é uma criatura que poderá surpreender em decks alternativos, ou até em decks de atrito que precisam de um com finalizador.

Tormento de Granizo Flamejante 

Hoje, no Legacy, a carta Distorcer a Mente (Mind Twist) é banida e há dúvidas se ela pode ou não ser desbanida. Enquanto não há um resolução sobre isto, acho esta carta bem eficiente no seu lugar, e entendo que dar opções ao oponente nunca é bom, mas fazer X vezes um efeito que devastador não dá margem a opções.

Putrifera Trôpega 

Eu sempre achei o deck living end interessantíssimo, apesar de no Legacy haver várias cartas contra a estratégia de cemitérios. Porém, ainda assim decks com esta estratégia surpreende os jogadores incautos. Farei uma análise a posterior, mas certamente eu colocaria esta carta na lista de jogáveis para o deck.

VERMELHO

Irromper 

Quando eu olho para esta carta eu leio: “, compre uma carta”. De quebra as criaturas ganham atropelar. A possibilidade da cor vermelha ter uma compra tão fácil é algo que o Legacy certamente aproveitará.

VERDE

Escavadora de Ramunap 

Uma criatura com habilidade de Crisol dos Mundos (crucible of worlds), como sempre chama atenção. Tem um bom corpo para atacar e bloquear, então é bom ficar de olho nessa carta também em decks como Maverick, entre outros.

ARTEFATO

Gancho da condenação 

O Legacy é o formato que busca eficiência e extrair recursos das melhores cartas, mas também das melhores alternativas. A princípio o Gancho da Condenação é uma versão piorada de Relíquia de Progeniteus (relic of pregenitus), porém ela tem a vantagem de fugir de Cálice do Vácuo (chalice of the void). Não fique surpreso se esbarrar com esta belezinha por ai.

Espelho das miragens 

Quando surgiu, Espelho das Miragens foi imediatamente comparada a palco dramático (Thespian’s Stage) e a possibilidade de jogar no Lands ou BG Depths. Sinto informar que a princípio não há espaço, tão pouco sinergia, desta carta com estes baralhos. Mas há sugestão de combinação dela com Devora-almas imolador (Immolating Souleater) e Agente Deteriorado (Blighted Agent) que podem matar imediatamente. Será que você sabem qual é a jogada? Será funciona? Vamos esperar e torcer.

TERRENO

Deserto Hostil 

Homens-terreno são sempre peças coringas na construção de decks. Este em especial tem um poder e resistências bons, além do baixo custo de ativação. Eu acredito que ele pode funcionar bem no deck Eldrazi.

Território dos Necrófagos 

Terrenos utilitários também são ótimas opções coringas para determinados decks. O efeito de limpar cemitérios que praticamente não pode ser anulado é muito útil, mas não o vejo em nenhum deck no momento.

DOURADO

Samut, a Testada 

Muitos criticam os cards de planeswalker, mas eles são uma inovação que mudou o jogo, e na minha opinião para melhor. A primeira habilidade não parece grande coisa, porém a segunda é uma bela remoção pontual. O ultimato é bem interessante, vamos ver que deck receberá a testada.

Entidade da água Sangrenta

Esta é outra carta que vai encorpar o UR Destreza. Ele tem a vantagem do poder de ataque e de quando entrar em campo de batalha, colocar uma instantânea ou feitiço no topo do grimório.

AFTERMATH

A mecânica de consequência tem uma premissa muito interessante mas um custo por vezes elevado no Legacy. Ainda assim há cartas que podem jogar “parcialmente” ou ainda fazer uma pequena presença.

Deixar // Acaso

A parte que chamou a atenção nesta carta foi a Deixar, nela podemos salvar as permanentes que seriam destruídas. Então fique ligado na hora de mandar aquele denegeração abrupta (abrupt decay).

Reivindicar // Fama

Esta carta nem chegou e já está na mira para ser banida, pelo menos no Modern. Leia mais sobre isso aqui. Mas no legacy ela é muito bem vinda, pelo menos a reivindicar espaço, ao lado de Desenterrar (unearth) e cartas de reanimação. Então fica esperto que o nem sempre o que está no cemitério fica lá.

Recusar // Cooperar

Por incrível que pareça achei interessantes ambas as partes desta carta. A parte de consequências é um efeito já conhecido e que não vê jogo, mas a parte de recusar é algo interessante, apesar do custo. Ele fica especialmente interessante nos turnos finais onde podem cair as “bombas” do deck do oponente.

Razão // Acreditar

Apesar da parte consequências ter um efeito interessante, a um custo alto, o que chamou a atenção é a Razão. No momento onde tampo é banido, esse presságio (Portent) diferenciado pode achar lugar em algum deck, talvez um 10 Post ou similar.

O ciclo de fim dos deuses tem cartas com efeitos fortes, mas com o custo de no próximo turno não poder desvirar os terrenos. Em alguns casos isto não afeta tanto, em outros é impensável. Última Palavra de Kefnet, Última Sentença de Bontu e Último Embate de Rhonas são as cartas que eu acredito que possam jogar, parte por seu efeito associado ao custo “honesto”.

Quem poderá nos ajudar…

O ciclo da derrota é uma referência direta à história das Sentinelas. Elas são muito interessantes, mas tem ligação direta com as suas respectivas cores, então não acredito que tenham alguma chance imediata de jogarem, mas lembrando que atualmente temos os cinco planeswalker jogando no legacy em alguma versão de suas versões, elas podem ser aquele sideboard específico para o teu field.

Essas são as 22 cartas que chamaram a minha atenção na avaliação dos spoilers e, como comentei, podem surgir decks novos em cartas que não chamaram tanto a atenção, então fique ligado que o Eternal Magic vai manter você informado do impacto da Hora da devastação no Legacy e em os outros formatos. E além do impacto no jogo, o visual de algumas invocations (masterpieces) estão fantásticas, então boa sorte na hora de abrir os boosters e pimpar o teu deck!

Pacto do massacre
Édito diabólico
Dia do juízo final
Sufocar
Capturar pensamento
Onisciência
Lua sangrenta
Ferver
Através da brecha
Essas masterpieces são “invocadas”,…

Vale a leitura no Command Beacon, do “Fessor” Mateus, sobre as cartas que ele destacou para o Commander, e na Paupiteio do amigo Diego Nunes para ver o que ele observou para o Pauper.

Abraços e até a próxima semana!

Sobre BRKamus

Erick Santos é marido, pai, engenheiro, amante de magic e adora colecionar decks, principalmente os inesperados.

2 Comentários

  1. “Mas há sugestão de combinação dela com Devora-almas imolador (Immolating Souleater) e Agente Deteriorado (Blighted Agent) que podem matar imediatamente”

    Eita, que jogada suja! Kkkkkk
    Sempre retendo a prioridade, coloca a habilidade do espelho duas vezes, na pilha, resolve primeiro a cópia de Immolating Souleater e antes da segunda cópia resolver, gasta 18 de vida para dar +9 de poder. Então a segunda resolve copiando Blighted Agent. Bata e seja feliz causando 10 de Infect!

    Divertidinho mas nem um pouco consistente.

    Ah. Ótimo artigo!

    • É isso mesmo Fessor. Eu também achei este combo um tanto arriscado, mas vai que aparece em algum lugar. No mínimo precisa chamar o juiz para entender a jogada. Seus artigos são ótimos e inspiradores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *