segunda-feira , 16 outubro 2017
pten
Home / Colunas / Modern Semanal / Agredir ainda mais!

Agredir ainda mais!

Bem-vindos a mais um Modern Semanal e com essa imagem de entrada vocês já sabem que vem aggro né? Era inevitável voltar em algum momento desta coluna aos nossos Lightning Bolt para a face dos oponentes.

E o que veremos hoje? Aquele Burn engraçado que venceu o GP Birmingham sem Eidolon of the Great Revel? Um monowhite safado abusando de como Mirran Crusader é bom no formato? Ou alguma jereba muito inesperada, ressurgida das profundezas do netdecking?

Tudo errado. O deck desta vez mistura uma estratégia bem famosa do modern com o (discutivelmente) melhor deck da atualidade numa versão super interessante: o deck dessa semana é o Tribal Death’s Shadow! Tribal? Que nem a versão original do deck que usava algumas Tarfire para engordar o Tarmogoyf e ainda dar um daninho extra? Não amigo, é Tribal porque nessa semana vamos AGREDIR a manabase para AGREDIR AINDA MAIS nossos oponentes!

Tribal/Domain Death’s Shadow por anarkist (7-1 Modern MOCS 02/07/17)

Não precisa ser nenhum astrofísico para entender o que fazer com essa belezinha, temos uma quantidade nada saudável (para o oponente) de criaturas baratas e poderosas que permitem jogadas bem agressivas nos primeiros turnos, com algumas cartas que permitem dar bastante dano. A Monastery Swiftspear com qualquer Mutagenic Growth já dá uma bela mastigada na vida de seu oponente, com algumas trocas mais ousadas envolvendo a poderosa Might of Alara e até o modo secreto do Boros Charm dando double strike geram muito potencial para adiantar o encontro de seu oponente com as mesas mais tristes de qualquer torneio. Algumas versões utilizam também Temur Battle Rage para potencializar essas combo-kills explosivas que o deck consegue criar com facilidade mas normalmente apenas alguns bons ataques aliados ao grande alcance na vida de seu oponente que os Boros Charm e a grande estrela do deck Tribal Flame já costumam resolver a maioria dos jogos.

Já que você vai brincar de mão boba e ficar se espancando pra conseguir formar o Domain (ter todos os tipos de terreno básico no seu campo), parece uma ótima idéia colocar mais uma criatura roubada de custo um que abusa de toda essa perda de vida para castigar ainda mais seus oponentes! Uma forma diferente de utilizar o Death’s Shadow  é tratando-o como uma ameaça extra para os estágios mais “avançados” do jogo, depois de seu amiguinho gastar tudo que tem pra matar os Wild Nacatl e Goblin Guide e já ter tomado uma quantidade nada saudável de burns na cara, ainda buscar soluções para o Death’s Shadow muitas vezes se provará demais mesmo para os mais hábeis jogadores de Control.

Sideboard

Um side bem direto como todo bom deck de aggro. Ancient Grudge é uma boa resposta para artefatos desagradáveis e contando o seu flashback e o Kolaghan’s Command já são boas respostas para o Affinity, Lantern e pros Chalice of the Void que podem ser encontrados nos torneios; eu adicionaria algum número de Destructive Revelry para garantir artefatos e encantamentos com o bônus de dar mais algum dano na cabeça de seus oponentes. Stony Silence e Lingering Souls se unem aos hates contra Affinity, vale sempre lembrar que ele costuma ser o deck mais jogado no magic online, então o hate costuma ser um pouco mais volumoso por lá.

Um kit bem completo de remoções com Dismember, Path to Exile e Fatal Push, podendo contar até o Kolaghan’s Command como mais um em certos matchups (essa carta é versátil demais, não tem jeito), o objetivo é bem simples: tirar da frente os bichões que querem bloquear seus bichinhos e de vez em quando lidar com algumas criaturas mais indigestas como Kor Firewalker e Wall of Omens. Grafdigger’s Cage vem em 3 cópias nesse side e foi uma carta bem presente nas outras versões que olhei antes de chegar nessa, Lingering Souls continua sendo uma ótima carta e sem Temur Battle Rage ou mesmo Rancor, que viu jogo em algumas versões, fica bem complicado matar seu oponente. Finalmente Rise // Fall foi uma carta que eu substituiria facilmente pela nova Claim // Fame, que me parece estritamente melhor para o que o deck planeja fazer!

Ficamos por aqui com esse deck maravilhoso, forte candidato a ser shieldado para o PPTQ deste sábado! Espero que tenham gostado e se quiserem ver algum deck específico aqui basta pedir nos comentários.

Até semana que vem!

Sobre Raphael Prais

Jogador de Magic em Todos os Formatos, Amante do Modern e do Legacy, Pai dos Tokens de Elemental Vermelho 1/1, Protetor das Jerebas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *