sábado , 16 dezembro 2017
enpt
Home / Reportagens / Cobertura de eventos / Vixe, Maria! Num é que deu certo?

Vixe, Maria! Num é que deu certo?

Por Alex Araújo “Pato”, organizador da Lampion League (LNL)

Em junho deste ano, a Lampions League saiu da cabeça de um jogador direto pro chão seco do Nordeste, com a proposta de ser uma Liga Legacy nos moldes da LML, Alpha, CLC, entre outros. E “num é que deu certo?”

2017 foi o ano de reviver o Legado no Nordeste, região que até então não contava com nenhuma liga ou torneio expressivo do formato. Sendo assim, com uma ideia na cabeça e contando com o apoio de toda a comunidade Legacy em nível nacional, a Lampions foi tomando forma. No início pretendia ser uma liga itinerante entre Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte, mas após a primeira edição, que teve como campeão Reizon Rodrigues – confira aqui como foi –, viu-se que o melhor terreno para florescer o formato seria em Recife. E assim surgiu a Lampions – Liga Nordeste de Legacy, com base na capital pernambucana. O temporada inaugural teve quatro etapas mais o Top 8 final, com inscrições de R$ 30,00.

A Lampions 2017 encerrou em novembro, e o grande campeão foi Igor Fraga, de 27 anos, conhecido jogador de Legacy da comunidade, um dos responsáveis a manter a chama do formato acesa durante o período obscuro do Legacy em Pernambuco. “Magic é um jogo muito bom mas é mais do que isso, com Magic a gente tem uma comunidade unida para compartilhar uma paixão. Um ambiente saudável, respeitoso e amigável faz toda a diferença na hora de usufruir da experiência de jogar”, explica Fraga.

Vai encarar?

Números da Lampions – Liga Legacy Nordeste 2017

Ao todo tivemos 46 jogadores diferentes sendo apresentados ou revivendo o formato durante a Lampions 2017. A média de público da Lampions foi de 22 jogadores por etapa realizada. A premiação do top 8 final foram de staples Legacy, incluindo duais, que somaram 1k em premiação.

Os dados do metagame abaixo foram tirados de duas das edições da Lampions League. As listas dos decks top 8 podem ser vistas no site mtgtop8.com.

  • Bug Delver – 3
  • Grixis Delver – 2
  • UR Delver – 3
  • Humans – 1
  • Grixis Pyromancer – 2
  • UWx Stoneblade – 3
  • Pox – 4
  • UB Reanimar – 1
  • BR Reanimar – 3
  • Jund – 2
  • Dark Maverick – 1
  • Abzan – 1
  • Czech Pile – 2
  • Eldrazi – 4
  • BG Depths – 1
  • BIG Red – 1
  • Storm – 1
  • Monored Prison – 1
  • Twinblade – 2
  • Tron – 1
  • Burn – 1
  • Dredge – 1
  • Shardless BUG – 1
  • Affinity – 1
  • Infect – 1
  • Death & Taxes – 2
  • Esper Deathblade – 1
  • UB Death’s Shadow – 2
  • Miracles – 1
  • Goblins – 1

No total, 30 decks diferentes. Alguns decks expressivos que sempre estão presentes no meta mundial ainda não apareceram aqui na Lampions: Sneak and show, Lands, Elfos, 4C loam, Bug Control.

Toda a raça reunida depois da 3ª etapa.

E, entre todos esses decks, qual se destacou como mais efetivo? Adivinha? Eldrazi, papai! Os aliens invadiram o Nordeste e ao que aparenta vieram para ficar! Todas as etapas da Lampions contaram com pelo menos 2 eldrazis no top 8. Ou seja, se vier pra cá despreparado…É smasher na cabeça!

E qual deck foi campeão? Na primeira edição foi o D&T pilotado por Reizon Rodrigues, e na segunda o BUG Delver do Igor Fraga, que levou uma scrubland pra casa.

E quanto ao futuro? Bom, a Lampions cresceu, e no próximo ano contará com duas edições, cada uma durando seis meses e tendo oito etapas, sendo duas delas bônus. Depois será definido o top 8 do primeiro semestre. De antemão já anunciamos a premiação do top 8 final da Lampions 2018.1, e está absurdo: 2k de premiação em staples Legacy! Bayou, Leovold, City of Traitors, Wasteland… enfim, está absurda a premiação.

À esquerda, Igor Fraga, campeão de 2017. No centro, Joffre, da Geek Store. O cara à direita organizou isso tudo.

Além disso, já vemos por aqui jogadores se organizando pro Nacional 2018, e inclusive já pedindo torneios que premiem com bye para o evento! Bem, isso alinharemos com a organização do Nacional 2018. O que importa é: O Legado veio pra ficar. Até o próximo ano, e nos vemos no Nacional, ou quem sabe na Lampions, se você estiver de passagem por aqui.

Agradecimentos:

Queria agradecer a todos os que apoiaram a ideia da Lampions e deram uma força gigante para o renascimento e desenvolvimento do formato na região, seja cedendo o espaço da loja, emprestando cartas, divulgando, dando dicas e conselhos… só tenho a agradecer todo o apoio da comunidade do Legacy no Brasil! Abaixo alguns nomes que lembrei de cabeça, mas sintam todos o meu MUITO OBRIGADO!

Geek Pit (loja oficial onde ocorre a Lampions League), Fausto de Souza, sempre apoiando o Legacy Nacional, Thiago da LML, que me deu um suporte absurdo também, Marajá, da Alpha Legacy, Bruno Lanza com seus tokens, X, Erick do Alpha Legacy, Reizon Rodrigues, Henrique Lins, Igor Fraga, Lucas Tabosa, Domingos, o “Mecenas do Legacy”, Administradores do Magic Pernambuco e Mulligan Geek Store.

E só queria dizer que: LML, Alpha Legacy RJ, CLC e Circuito Gaúcho vocês são nossa inspiração de liga! MUITO OBRIGADO MESMO!

Sobre Paulo de Tarso

Jornalista de formação, vive a (e de) escrever. Joga (mal) Magic desde 1995, e encontra diversão para compensar a falta de talento para o jogo utilizando cartas e decks que não são muito usados por aí. De vez em quando flerta com algum relativo sucesso ao beliscar um top 8, mas não é muito afeito às mesas iniciais. Atualmente joga Legacy e alguns drafts.

Um comentário

  1. Parabéns, Pato! A lampions é inspiração pra todos os outros formatos. Ano que vem participarei por me sentir motivado ao ver algo tão bem estruturado e divertido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *