terça-feira , 24 abril 2018
enpt
Home / Reportagens / Desbravando o Oeste

Desbravando o Oeste

33 duelistas toparam o desafio de desbravar a primeira Liga Oeste, onde os dez melhores levaram pra casa tesouros incríveis!

“Desbrave o desconhecido”, diz o slogan da mais nova edição de Magic: the Gathering, Rivais de Ixalan. A mesma pegada poderia ser aplicada, tranquilamente, ao Modern, formato onde prevalece a diversidade de decks e ideias.

Foi exatamente o que vimos na primeira etapa da Liga Oeste, realizada no sábado (27) por Bruno Neiva e João Paulo Carvalho na Mana, Meeples & Orcs. Com pouquíssimos decks repetidos, nada menos que 33 duelistas toparam o desafio de desbravar a Zona Oeste para disputar os tesouros escondidos numa das melhores premiações do Brasil.

“Como organizador do evento estou absolutamente feliz por ter recebido um feedback extremamente positivo dos jogadores”, comemora Bruno. “O torneio transcorreu num clima amistoso e cordial. Acredito que que a Liga Oeste esteja no caminho certo, afinal a ideia sempre foi fazer um evento de Jogador para Jogador. Agora basta trabalhar para a segunda etapa ser ainda melhor que nossa estreia”, complementa ele.

O grande campeão da etapa foi Alexandre Araújo, que está voando baixo com seu Grixis Shadow. Numa campanha invicta, o jogador teve cinco vitórias e apenas um empate ao longo do torneio, levando pra casa um Tarmogoyf, além de inscrever seu nome no Hall dos Campeões da Liga Oeste.

Alexandre Araújo, campeão da primeira Liga Oeste!

Logo atrás veio Marcos Paulo Carneiro, com um deck que muitos acreditavam estar aposentado: UG Infect. E foi por muito pouco que ele não levou o título, já que também somou 16 pontos, resultado excepcional para seis rodadas.

Em terceiro lugar, Arthur Bisbocci, com 15 pontos e um deck novidadeiro: Living Blue”, como alguns chamam. Mas também poderia ser Ancestral Living, Ancestral Foretold ou mesmo Foretold Living, já que a ideia é usar o novo encantamento As Foretold para conjurar gratuitamente magias como Living End e Ancestral Visions.

Uns dizem que o deck é unplayable, outros que se trata da mais nova sensação do Modern. Mas creio que ainda seja cedo para avaliar seu real impacto no formato, tendo em vista que muitos ainda não sabem como jogar contra o deck.

“Living Blue”, por Arthur Bisbocci

Segue abaixo a lista com os dez jogadores mais bem posicionados no formato, bem como os decks que usaram durante a primeira etapa da Liga Oeste:

1- Alexandre Araújo (Grixis Shadow)
2- Marcos Paulo (UG Infect)
3- Arthur Bisbocci (Living Blue)
4- Michel Coelho (Living End)
5- Raphael Carvalho (Abzan Midrange)
6- Felipe Souza (BG Tron)
7- Rennan Ramos (Grixis Death’s Shadow)
8- Pedro Rodrigues (Bant Coralhelm)
9- Rafael Rangel (BG Tron)
10- Fernando Martins (UR Kiki Moon)

Sobre Fausto de Souza

Fausto de Souza, jogador e colecionador desde 1994. Viciado nas cartinhas e em escrever, tem feito grandes amigos em toda a comunidade e é muito grato por isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *