quarta-feira , 26 setembro 2018
enpt
Home / Entrevistas / “Se tem ilha tem Jace”

“Se tem ilha tem Jace”

Um dos dois brasileiros no seleto grupo de 24 jogadores que irão disputar o Magic Online Championship Series (MOCS), que será realizado no próximo final de semana (2-4 de março), Thiago Saporito concedeu esta entrevista exclusiva ao Eternal Magic pouco antes de embarcar para os Estados Unidos – o outro brasileiro é Miguel Angel Lima Castro. Dono de uma carreira brilhante, com quase 100 mil dólares em prêmios e jogador Platinum desde 2014, Saporito foi o grande campeão do GP Selado Las Vegas, em junho do ano passado e atualmente é patrocinado pela Hareruya, maior loja japonesa de Magic. Nesta entrevista ele fala sobre suas expectativas para disputar o MOCS, que tem premiação total de US$ 200 mil, e comenta o impacto de Jace no Modern, fala dos outros formatos e ainda dá algumas dicas para quem pretende seguir o circuito profissional. Confira!

Pode nos contar um pouco sobre o início de tudo? Em que momento vc teve certeza que queria viver disso? E em que momento vc entendeu que isto seria possível?
Eu sempre me dediquei o máximo possível, mas viver disso foi quando eu tive a alegria de fazer o top8 no meu quarto PT jogado, desde então consegui pegar o Level Platinum em todos os anos até o presente.

No GP Vegas – que teve a cobertura do Eternal Magic – lembro que você estava preocupado com relação ao número de pontos necessários para alcançar o nível Platinum. Na verdade, na véspera do torneio que você venceu era mais provável que continuasse Gold pela próxima temporada, sendo necessário o título para avançar. Isso de alguma forma te estimulou a jogar melhor?
Na verdade eu acredito que estava jogando pior, sob muita pressão, mas com um pouco de sorte consegui alcançar o Platinum novamente.

Você teve algum momento de baixa na carreira? Se sim, como fez para superá-lo? Que recomendações você pode dar aos jogadores brasileiros que querem seguir o caminho profissional?
Desde 2014 para cá eu considero que sempre tenho altos e baixos (agora estou em um ‘baixo’), mas é aquilo que eu sempre digo, tente jogar o máximo de torneio que você conseguir (no meu caso GPs) que uma hora o resultado irá chegar, e se não chegar sempre teremos a próxima temporada, e a próxima etc..

Desde o último anúncio do desbanimento não se fala de outra coisa: Jace. Você acha que o Modern está preparado para receber o Planeswalker mais forte do Magic? Por quê?
Sim! Eu acho que uma carta que custa 4 e não ganha o jogo na hora é bem ‘saudável’ para o formato! Pessoas vão querer usar o Jace naturalmente, mas pessoas vão achar estratégias que conseguem ganhar do Jace, no começo talvez ele ‘domine’ um pouco, mas tudo é questão de tempo, se ele de fato dominar (o que eu acho que não é o caso) e ninguém conseguir achar uma estratégia que consiga ser forte contra os decks de Jace, ele voltara para o ban com certeza.

Nos próximos dias vc será um dos dois representantes brasileiro no MOCS, que muito provavelmente se tornará o primeiro torneio balizador do Modern no cenário pós-unban de Jace, the Mind Sculptor e Bloodbraid Elf. Quais as suas expectativas?
Eu espero ir bem, mas esse pouco tempo de preparo para o Modern pode matar minhas expectativas; dito isso me sinto confortável para o draft de RIX [Rivais de Ixalan], espero encontrar uma estratégia no Modern (pode ser com Jace ou não) que me agrade e tentar jogar o meu melhor para o resultado ser bom!

Ainda falando de Modern, sabemos que o Jund será fortalecido por Bloodbraid, mas por outro lado parece que a carta mais forte do formato ainda não encontrou seu lugar. Jace tem aparecido em listas Grixis, Sultai, UW, monoblue e até no Affinity e no Lantern. Vc tem uma opinião sobre qual será a shell mais adequada ao planeswalker?
Eu acho que qualquer deck azul o Jace será bem vindo, não acho que tem que ter uma ‘shell adequada’, na minha opinião: se tem ilha tem que ter jace, e tem vários decks azuis viáveis no Modern, todos vão ser bons.

Sabemos que seu formato favorito é o Limited? O que mais te encanta nesse tipo de jogo?
Na realidade o meu formato favorito é draft! Eu realmente gosto da interação que você pode fazer, cartas comuns conseguirem facilmente ganhar de bombas/míticas, você pode ter várias leituras diferentes e todas serem boas, diferente de um formato construído onde simplesmente seu deck é bom ou é ruim.

Qual sua opinião sobre o atual t2, que aparentemente ficou mais diversificado após os últimos banimentos.
Sinceramente o T2 pra mim são 2 cartas: Decks com Scarab God e Decks com Hazoret, não sei onde eles quiseram chegar com os bans, mas pra mim não mudou muito heh. (não tenho jogado t2 quase)

Qual a sua opinião sobre os formatos eternos (Pauper, Legacy, Vintage e Commander)?
Eu gosto dos formatos eternos até mesmo do Pauper, adoro assistir um Vintage mesmo não conhecendo muito, comecei a treinar um pouco de Legacy já que é um formato competitivo (vamos ter Legacy no PT trios!), já o Commander eu nunca me interessei, então não tenho muita opinião sobre o formato na realidade.

Por fim, fique à vontade para complementar com o que julgar necessário.
Bom, estarei jogando o GP Memphis nesse sábado agora [a entrevista foi concedida antes do torneio, no qual Saporito abriu 7-0-1 com UB Control mas não conseguiu avançar ao Top8] e como dito na entrevista jogarei o MOCS no próximo final de semana. Gostaria da torcida de todos e com certeza de sair vitorioso, no mínimo, em um dos dois torneios!

 

* Relação completa dos jogadores que disputarão o MOCS e seus respectivos logins no MTGO:

  • Josh Utter-Leyton – Wrapter
  • Steve Rubin – sturvedog
  • Corey Burkhart – Magician15
  • Brock Parker – bobcards2
  • Dmitriy Butakov – butakov
  • Guillaume Matignon – kuroro
  • Immanuel Gerschenson – gerschi
  • Reid Duke – reiderrabbit
  • Marcio Carvalho – kbol_
  • Brandon Burton – sandydogmtg
  • Vincent Lemoine – zemonck
  • Thiago Saporito – bolov0
  • Joseph Tang – sephh
  • Niklas Dahlquist – SmashHallon
  • Gabriel Nassif – bobthedog
  • Lars Dam – malavi
  • Fernando Gueler – arcacrema
  • Thomas Ashton – stainerson
  • Logan Nettles – jaberwocki
  • Jose Cabezas – josecabezas
  • Aleksi Petrykin – GALL
  • Samuel Pardee – smdster
  • Craig Wescoe – Nacatlis4Life
  • Miguel Angel Lima Castro – rvng

 

Sobre Fausto de Souza

Fausto de Souza, jogador e colecionador desde 1994. Viciado nas cartinhas e em escrever, tem feito grandes amigos em toda a comunidade e é muito grato por isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *