segunda-feira , 20 agosto 2018
enpt
Home / Colunas / God Hand / Challenge reúne 47 players em Brasília

Challenge reúne 47 players em Brasília

O Eternal Challenge #2 chegou a Brasília em grande estilo, com direito a recorde de jogadores no formato Legacy e uma premiação estimada em 3 mil reais. Nada menos que 47 duelistas participaram, no domingo (5/8), do campeonato promovido em parceria pelo Eternal Magic e pela loja Player vs. Player. A última vez que a cidade registrou número parecido foi em 2010.

O campeão, Thiago Freire, levou pra casa a cobiçada Tropical Island, enquanto o finalista Diego Nunes conquistou um Jace TMS e um Tarmogoyf de FS. Thiago Carrion e Thiago Camargo levaram, cada um, um playset de fechlands e, completando o Top8, Daniel Nunes, Matheus Ponciano, Guilherme Alves e Gabriel Lopes ganharam Blood Moon, Comando de Kolaghan, Busca por Azcanta e Jitte de Umezawa.

O Top8 ficou assim:

Campeão – Thiago Freire – Burn
Finalista – Diego Nunes – Pox
3/4 – Thiago Carrion – Sneak and Show
3/4 – Thiago Camargo – Death and Taxes
5/8 – Daniel Nunes – Fractius
5/8 – Matheus Ponciano – Burn
5/8 – Gabriel Lopes – Grixis Shadow
5/8 – Guilherme Alves – Monored Prision

O grande campeão do Eternal Challenge #2, Thiago Freire, ainda está dando os primeiros passos no Legacy, mas estudou bastante o formato para disputar o torneio. “Por exemplo, antes eu estava com 4 pop e 4 fireblast. Tirei um de cada e coloquei um Exquisite Firecraft e um vórtice. Na primeira partida o Firecraft já fez diferença, se fosse um Fireblast eu estaria com dois na mão e não teria Montanha suficiente pra sacrificar. A mesma coisa o Vórtice, que foi importante contra um Death and Taxes que enfrentei na primeira fase”, comenta o jogador.

Clima fraterno durante todo o torneio, que contou com 47 jogadores

Clima sereno e tranquilo – Por volta das 13h os jogadores já começaram a chegar para escolher as cartas Foil oferecidas de brinde. As primeiras a sair foram Cabal Therapy, Spell Pierce e Duress. O torneio começou 5 minutos antes do horário previsto, que era 15h, e transcorreu sem sobressaltos até pouco depois das 23h. Foram seis rodadas de Suíço, de 50 minutos cada, mais as três do Top8.

Entre as rodadas do Suíço foram sorteados boosters oferecidos pela Asgard, playmats e bandejas de dados oferecidos pela Inside Games, além de um Perfect Hard, duas caixas de Dragon Shield, um booster de Dominária em Francês, uma Surgical Extraction e um playmat exclusivo do Eternal Magic. Para completar a diversão, brigadeiros da melhor qualidade à disposição de todos.

A alegria estampada no rosto de quem acabou de ser sorteado com um Dragon Shield 🙂

O clima cordial de atendimento por parte dos funcionários da loja se somou à presença das famílias de diversos jogadores que prestigiaram o evento, mantendo do início ao fim um clima amistoso de confraternização entre amigos. Segundo Antonio Carlos, juiz experiente e que nesse dia jogou o torneio, o Eternal Challenge foi um “evento que o Legacy de Brasília há muito vinha merecendo, bem conduzido e muito divertido!”.

Metagame breakdown – O novo field Legacy que se forma no cenário pós-banimento do Xamã e da Gitaxian Probe ainda é uma incógnita e vai demorar um tempo até se consolidar. Mas uma coisa é certa: hoje quase qualquer deck tem chances de fazer resultado. É o que revela a análise dos dados disponíveis do Eternal Challenge #2, onde o Top8 foi composto por dois Burn, um Death and Taxes, um Monored Prison, um Grixis Shadow, um Omni Attack, um Pox e um Fractius. Sete decks diferentes em oito vagas. Essa diversidade se confirma se olharmos para os resultados das ligas regionais de Legacy no Brasil, ou mesmo para os últimos GPs conquistados por Death and Taxes e Monored Prision e até mesmo para o Pro Tour, cujo Top4 neste fim de semana consagrou Eldrazi, Death’s Shadow e dois Death and Taxes.

Gabriel Lopes, primeiro à esquerda, pegou Top8 em seu primeiro torneio Legacy

No total do Eternal Challenge #2 tivemos 47 decks, dos quais 32 eram diferentes. Bem-vindos à selva cujas únicas regras parecem ser a Força de Vontade e os Cálices presentes para que os combos degenerados não proliferem. Talvez o desconhecido force uma maior presença dos controles/midrange, pois em tese são capazes de lidar com qualquer coisa. Vejamos como ficou a composição do Eternal Challenge #2 na divisão por arquétipos:

Mid/Prison/Control: 23 (49%)

Aggro/Tempo: 12 (25,5%)

Combo: 12 (25,5%)

Pelos números acima fica parecendo que os controles seguraram os combos enquanto os aggros atropelavam quem vinha pela frente. Se vai seguir assim, o tempo dirá.

No ambiente que se forma, houve uma grande cisão. Arquétipos que antes tinham consolidado seus campeões (Grixis Delver na categoria Aggro/Tempo, por exemplo) agora testam alternativas. 4c Leovold faz parte de uma mera lembrança de um tempo que já passou, e seus pilotos agora se dividem entre Grixis Control, Esper Blade, Jund, Loam, entre outros. Entre os combos, saindo do ambiente do Mol (onde impera o Storm) a vida real parece indicar que Show and Tell nunca esteve tão forte.

No mais, vale sublinhar os resultados alcançados por Matheus Ponciano e Gabriel Lopes. Acostumados com o Modern, pela primeira vez pisaram em solo Legacy e já cravaram um Top8 num torneio que contou com a presença do atual campeão do CLM, Cauê Alvarez, de três Top8s do Nacional Legacy, Marcelo Coutinho, Daniel Nunes e Thiago Camargo, de um finalista do GPSP 2015, Matheus Martins, além de outros grandes nomes do Magic brasileiro. Claro que o resultado não caiu do céu. Eles foram aos treinos semanais e praticaram muito antes do torneio.

Nossos agradecimentos especiais a Felipe Alheiro e Marcello Zwetsch, que mesmo estando distante nos emprestaram cartas para o torneio, e a Marcelo Coutinho, Cauê Alvarez e Cairo Jaime por terem apoiado a organização desde o início.

É isso, amigos. Até breve! Vejo vocês no Eternal Challenge #3!

Um abraço do
Fausto

Sobre Fausto de Souza

Fausto de Souza, jogador e colecionador desde 1994. Viciado nas cartinhas e em escrever, tem feito grandes amigos em toda a comunidade e é muito grato por isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *