terça-feira , março 26 2019
Home / Reportagens / A ascensão do Legacy de São Paulo

A ascensão do Legacy de São Paulo

Fala galera! Quem vos fala é o Davi “DK Pereira, um dos organizadores da Liga Paulista Legacy. Hoje venho contar um pouquinho (nem tão pouquinho assim) de como foi a criação e desenvolvimento da Liga Legacy Paulista, também conhecida como LPL.

Bom, para começar vou explicar como era o estado do Legacy em São Paulo antes da LPL

Antes era tudo mato!

No início de 2016 o Legacy estava morto em São Paulo, a única loja que costumava fazer regular não conseguia mais fechar 8 players, e a maioria dos players não parecia se importar muito com isso. Meu amigo Kim Diz tentou formar uma nova liga, fez um regulamento e um torneio teste, só que a galera não se animou muito e a ideia se perdeu. Apesar da falha, outras iniciativas do Kim ajudaram a unir a galera do legacy paulista, como a criação de um grupo do WhatsApp e do Facebook.

Meses depois um novo boom ocorreu quando a LigaMagic anunciou que começaria a realizar finais Legacy, o que ajudou muito a estabelecer semanais de bom público em lojas como a Power Up Games, Medieval e Spellbox. Todos queriam conquistar suas vagas para jogar a final legacy do CLM.

Também ocorriam os chamados Opens do Mignon, que eram torneios realizados na casa do Diogo Mignon uma vez a cada 6 meses mais ou menos. Da quinta pra sexta edição tivemos um salto de 32 para 46 players, o que mostrava o quanto o legacy estava crescendo na região.

O legacy fluía em São Paulo, mas ainda faltava alguma coisa… Víamos ligas fortes sendo realizadas em MG, RS, RJ, SC e na maior cidade da américa latina nada, como explicar?

Uma nova liga nasce

Um dia estava jogando um regular na Power Up Games e durante uma conversa com o Carlos Tibério ele solta a seguinte frase: “Nós temos que realizar opens do Mignon com mais frequência.” E eu o respondi: “Nós temos é que fazer esses Opens se tornarem uma liga.” Tibério se anima com a ideia, e semanas depois começamos a conversar com a galera de SP sobre um formato de Liga. Como não tínhamos nada de experiência organizando campeonatos peço ao Thiago Duarte, até então organizador da Liga Mineira de Legacy, que nos ceda o regulamento da LML como base para nosso futuro regulamento. Thiago fornece e debatendo com os jogadores de SP o alteramos até ficar com a nossa cara.  Só faltava um lar pra liga, e a primeira sugestão foi fazer na Epic Game, e é onde decidimos fazer. O pessoal da loja aceita e nos dão muito mais apoio do que esperávamos de qualquer loja.

No dia 2 de Junho de 2018 a LPL teve sua primeira etapa na Epic Game. A princípio minha expectativa era por volta de 30 players, já seria um ótimo começo, mas ainda bem que foi melhor que isso… De cara abrimos com 47 players! Naquele momento só um torneio legacy no Brasil tinha tido mais players que isso. Todo mundo fica muito surpreso com resultado, mais que isso todos ficam extremamente animados e ansiosos pelas próximas etapas.

A etapa seguinte é a que mais marcou, alcançamos a marca de 53 players, o que naquele momento significava ter o maior público em uma etapa de liga do Brasil no ano (Posteriormente foi batido pelo Alphão). Foi temporário, mas nos deixou muito felizes saber que a LPL já estava brigando no topo dos números do legacy brasileiro.

Quer números?

Nesse primeiro ano realizamos 6 etapas e um campeonato final. Aqui vão algumas informações:

• A média de público das etapas foi de 48,2 players;
• Tivemos 108 players diferentes disputando a liga;
• A maior etapa teve 53 players e a menor 38 players;
• Foram distribuidos R$ 10.915,00 em premiação durante o ano.

A média de players e quantidade de players diferentes acredito que foram as maiores do país, isso logo no primeiro ano!
Espero que esses números cresçam ainda mais em 2019, muitos jogadores de legacy de SP ainda não vieram jogar uma etapa, na verdade o principal intuito desse artigo é mostrar o quanto as coisas estão dando certo para que quem ainda não veio jogar uma etapa venha em breve, não vão se arrepender!

A final

No dia 16 de Dezembro ocorreu o torneio final da LPL. Foram 16 players disputando R$ 2.100,00 em premiação. Eduardo Shimizu foi o grande campeão pilotando seu ANT Storm. Vocês podem acompanhar toda a cobertura comentada no link a seguir: https://youtube.com/watch?v=DqZeaM6QJh0

O futuro

Nesse momento ainda não há muito que possa ser dito sobre a LPL em 2019. A ideia é expandir a liga em público e premiação, estamos analisando uma expansão geográfica também. Em breve todas as novidades da LPL serão divulgadas na página do facebook (https://www.facebook.com/ligapaulistalegacy/), então já curtam e aguardem por mais infos.

Bom galera fico por aqui, espero que tenham a oportunidade de comparecer a alguma etapa da LPL na próxima temporada e que o Legacy continue a crescer no Brasil!

About Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *