quinta-feira , setembro 19 2019
Home / Colunas / God Hand / Sobre banimentos e estabilidade

Sobre banimentos e estabilidade

No dia seguinte à realização de diversas etapas das ligas Legacy no Brasil, a Wizards atualizou a lista de banidas e restritas do Standard, Modern e Vintage. Pauper já havia sido ajustado recentemente (perdendo Gush, Daze e Probe), de modo que o Legacy segue como único formato sem sofrer alterações por mais de um ano – último banimento foi Deathrite Shaman, em abril de 2018.

Vejamos os decks que ficaram nos Top8s do Legacy neste fim de semana:

Lampions League (Recife)
1- UW Stoneblade
2- Eldrazi Post
3/4- BG Depths
3/4- Sneak and Show
5/8- Eldrazi Stompy
5/8- Miracles
5/8- Monoblue Delver
5/8- Fractius

Eternal Challenge (Brasília)
1- UW FoundryStill
2- Sneak and Show
3/4- Belcher
3/4- Grixis Control
5/8- BG Depths
5/8- UW Omnitell
5/8- Elves
5/8- Hogaak

CLC (Santa Catarina)
1- UR Delver
2- Eldrazi Stomp
3/4- 4C Loam
3/4- 4C Loam
5/8- UR Delver
5/8- UR Delver
5/8- UR Delver
5/8- Jund

O que mais chama a atenção ao olharmos para esses resultados é a diversidade de decks, o que revela um formato bastante equilibrado e saudável. Nada menos que 17 decks diferentes entre 24! Outro detalhe importante de se notar é a baixíssima presença de Wrenn and Six, carta que alguns chegaram a acreditar que seria banida do formato. No tradicional balanço decks com azul x decks sem azul, também encontramos um equilíbrio saudável de 12×12 se considerarmos apenas os azuis com brainstorm, subindo para 13×11 se incluirmos Fractius (que roda Force of Will mas prescinde da cantrip definidora do formato).

Além disso, vale notar que tivemos um deck de Hogaak, igualzinho à sua versão Modern antes dos banimentos, com Ponte das Profundezas, Altar da Demência e os enablers todos: looting, stitcher e por aí vai. Por falar em decks Modern migrando para o Legacy, Andrea Mengucci publicou nesta terça-feira (27) uma lista que tem feito bastante sucesso no Magic Online (10-0 no último Challenge até perder na final):

 

Aqui a Phoenix encontra uma shell bastante sólida, com preto e verde para suporte com descartes, enablers e Land Grant – um feitiço de custo virtual zero, tradicionalmente utilizado no Belcher, que permite o keep sem lands e, no caso em voga, já conta para puxar o passarinho do grave para o campo de batalha.

O field Legacy encontra-se completamente aberto para receber os decks Modern que foram banidos e/ou enfraquecidos com os últimos banimentos. Os jogadores de Hogaak, Phoenix e Dredge já estão percebendo e adaptando as listas. Quando se deparam com impedimento financeiro, tenho observado que muitos deles encontram guarida na comunidade Legacy e pedem cartas emprestadas para participarem dos torneios que estão acontecendo em cada vez maior número no Brasil.

Investir aos poucos numa pool Legacy tem sido uma forma de os jogadores garantirem que suas cartas não perderão valor – pelo contrário, a tendência tem sido de manutenção ou valorização com o tempo. Já no Modern, os frequentes banimentos nos fazem assistir, com tristeza, pessoas perdendo decks inteiros ou sendo levadas a pagar preços 3 ou 4 vezes maiores em cartas recém-desbanidas, como vimos nas últimas 48h com Stoneforge Mystic.

 

About Fausto de Souza

Fausto de Souza é pseudônimo do jornalista Marcelo Salles, que joga e coleciona desde 1994. Viciado nas cartinhas e em escrever, tem feito grandes amigos em toda a comunidade e é muito grato por isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *